Por que 2021 será o ano para apostar na energia solar

Ao olhar para o ano de 2020 em retrospecto, é impossível ignorar que o mundo inteiro passou por uma pandemia. Logo, falar que o cenário que experienciamos juntos foi inusitado seria um eufemismo. Ainda assim, algumas indústrias puderam se manter firmes e até apresentar bons resultados considerando o contexto mais amplo. 

Em 2019, a energia solar bateu recordes no Brasil. O crescimento do mercado de energia solar foi de 212%, com mais de 2,4 GW instalados. Em 2020, mesmo em pandemia, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) apontou o crescimento de 150% no número de equipamentos e em outubro o país já havia alcançado a geração de 7 GW de potência instalada.

Atualmente, a energia solar corresponde a 1,7% da matriz energética do Brasil, com cobertura em 90% dos municípios brasileiros. E as previsões para o cenário pós-pandemia não poderiam ser mais positivas. 

O que esperar de 2021?

Na segunda edição da Revista 3S, fizemos uma publicação focada no impacto do Covid-19 no setor de energia solar e traçamos algumas perspectivas de como será o cenário no pós-pandemia. Recomendamos a leitura, que você pode fazer de forma gratuita no link.

Para além do que trouxemos na revista, tivemos números muito positivos no ano presente. Logo, podemos esperar uma forte retomada em 2021 passada a crise. 

Segundo a previsão dos especialistas, encerraremos o ano de 2020 com 175 mil sistemas fotovoltaicos on-grid instalados. E, até 2024, esse número deve crescer para cerca de 887 mil sistemas de energia solar conectados à rede no país.

Outra aposta para 2021 está nos incentivos fiscais e na oferta de linhas de financiamento para sistemas solares. Tramita no Senado Federal o Projeto de Lei n° 5239/2020, que visa oferecer linhas de crédito para aquisição de equipamentos de energia fotovoltaica e eólica, com baixos juros, a famílias menos favorecidas. O que significa que famílias de baixa renda, como as aplicantes do programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida) também poderão desfrutar das vantagens da energia solar. 

Sobre a tecnologia solar fotovoltaica, apresentamos recentemente as gerações dos módulos fotovoltaicos. E já há uma nova geração sendo desenvolvida, que substitui a prata por cobre nas células fotovoltaicas. A Tecnologia SunDrive foi criada visando aumentar a eficiência, ao mesmo tempo em que os custos são reduzidos e a matéria-prima escolhida passa a ser uma fonte mais abundante. É algo para se acompanhar no próximo ano. 

Por fim, a ampliação dos recursos da Inovagro, anunciado no primeiro semestre de 2020 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, prevê cerca de R$ 2 bilhões para projetos de inovação no campo através do Plano Safra, correspondente ao período de 2020 e 2021. Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR,  comentou que “a oportunidade da energia solar no agronegócio é enorme e o interesse dos produtores rurais pela solução aumenta cada vez mais”. O crescimento nesse setor é previsto na casa dos 33%.

Quer entender como a sua empresa se encaixa nesse cenário? Entre em contato com os especialistas da 3S e vamos traçar juntos o seu plano de sucesso para 2021!

Continue lendo:

* Busca 3S: conheça a fonte mais completa de energia solar no Brasil
* Revista 3S: nova edição foca nos impactos e perspectivas pós-pandemia Covid-19
* Módulos fotovoltaicos: conheça as gerações da tecnologia solar